quarta-feira, janeiro 30, 2008

Sócrates nega que Governo tenha sabido ou autorizado voos norte-americanos de prisioneiros

Na Lusa: "O primeiro-ministro, José Sócrates, garantiu hoje na Assembleia da República que o governo português nunca foi consultado ou autorizou a passagem por Portugal de aviões dos serviços secretos norte-americanos que transportaram prisioneiros suspeitos de terrorismo. Respondendo a uma pergunta feita no hemiciclo pelo deputado do Bloco de Esquerda Francisco Louçã, José Sócrates afirmou ter consultado "todos os membros do Governo com responsabilidade neste domínio" e concluído que "o Governo português nunca foi consultado sobre essa possibilidade ou autorizou" o sobrevoo do espaço aéreo nacional ou aterragem na base das Lajes de aviões transportando prisioneiros. Francisco Louçã aludia ao relatório de uma organização de direitos humanos que há dias foi divulgado e acusa o Estado português de ter permitido o transporte de prisioneiros para a base norte-americana de Guantanamo, em Cuba, onde são mantidos os suspeitos de terrorismo." [notícia completa]

2 comentários:

serena disse...

se calhar , a coisa já está de tal maneira que já nem precisam de autorização, porque de aqui não sai um não...

cadeiradopoder disse...

Excelente blog. A adicionar.