terça-feira, abril 07, 2009

Guiné-Bissau: Defensor de Direitos Humanos em risco de vida

Luís Vaz Martins, advogado e presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos, recebeu ameaças de um indivíduo armado após condenar publicamente a prisão e tortura do destacado advogado Pedro Infanda e as agressões ao actual Presidente do Tribunal de Contas e antigo Primeiro-Ministro da Guiné-Bissau, Francisco José Fadul. Em consequência disto, ele e outros membros da Liga Guineense dos Direitos Humanos estão preocupados com a sua segurança pessoal e tomaram precauções, alterando nomeadamente as suas actividades normais. Na tarde de 1 de Abril, um homem armado e vestido à civil deslocou-se aos escritórios da Liga Guineense dos Direitos Humanos, procurando Luís Vaz Martins, que não se encontrava lá naquela altura. O homem pediu alegadamente a morada de casa dele e afirmou que queria matá-lo porque a Liga Guineense dos Direitos Humanos “falava demais”. Este incidente veio no seguimento da prisão e tortura de Pedro Infanda e do espancamento de Francisco José Fadul por militares. [mais informação e carta-apelo]

1 comentário:

Clavis disse...

Podem divulgar esta petição, de que Francisco Fadul é o primeiro subscritor?

PETIÇÃO EM PROL DA CONSTRUÇÃO DE UM ESTADO DE DIREITO DEMOCRÁTICO NA GUINÉ-BISSAU
http://www.gopetition.com/online/26953.html

Obrigado.
Rui Martins
MIL: Movimento Internacional Lusófono
http://www.movimentolusofono.org