quarta-feira, julho 01, 2009

Nigéria: AI afirma que a poluição criou uma tragédia de direitos humanos no Delta do Níger

A Amnistia Internacional apelidou a situação do Delta do Níger de “tragédia de direitos humanos”, afirmando que a população do Delta do Níger tem assistido ao abuso dos seus direitos humanos por parte de companhias petrolíferas que o seu governo não pode ou não quer responsabilizar. "O Delta do Níger constitui um perfeito exemplo da falta de responsabilização de um governo perante o seu povo, e da quase total falta de responsabilização das companhias multinacionais relativamente ao impacto das suas operações e acções sobre os direitos humanos", defendeu Audrey Gaughran, responsável da área de Negócios e Direitos Humanos da Amnistia Internacional e co-autora de um importante novo relatório, Petroleum, Pollution and Poverty in the Niger Delta, lançado hoje numa conferência de imprensa em Abuja, capital da Nigéria. [Mais informação]

1 comentário:

J.S. Teixeira disse...

Vejam o artigo de opinião escrito no blogue O Flamingo acerca da "tourada" que teve lugar, ontem, na Assembleia da República.